"Não há focos do Aedes Aegypti", diz secretário do Meio Ambiente sobre polêmica dos pneus no Clube Social - NOTÍCIAS DE PENTECOSTE

Últimas Notícias

Post Top Ad

Anuncie aqui!!!

Post Top Ad

Anuncie aqui!!!

Conheça a UNIASSELVI – Graduação e pós-graduação presencial e EAD

sábado, 17 de fevereiro de 2018

"Não há focos do Aedes Aegypti", diz secretário do Meio Ambiente sobre polêmica dos pneus no Clube Social

Quanto mais cresce a frota de veículos, mais pneus inutilizados são jogados fora. Muitos proprietários de automóveis ainda não sabem como realizar o descarte de maneira adequada e acabam abandonando os pneus em áreas inapropriadas, contribuindo para a poluição do meio ambiente e a proliferação de insetos. 

No Clube Recreativo Municipal, também conhecido como "Clube Velho" ou "Clube Social", na rua Artur Moreira de Azevedo, nas proximidades da Igreja Matriz Nossa Senhora da Conceição, o espaço, antes utilizado para festas e eventos, há alguns anos passou a armazenar objetos danificados pertencentes ao patrimônio público e, por último, pneus recolhidos de borracharias e de descarte popular.

Em Sessão Ordinária da Câmara Municipal de Pentecoste, realizada na última quarta-feira (14), o vereador Allan Galvão (PP), através de requerimento verbal, solicitou da Vigilância Sanitária e do Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE), representado no município pelo promotor de Justiça Dr. Jairo Pequeno Neto, a adoção de providências para a remoção dos pneus do Clube Social, com a justificativa de que, com a quadra chuvosa, o mosquito Aedes Aegypti pode se propagar e disseminar doenças.

Na rede social Facebook, o vereador Hailton Castro (PTC) compartilhou fotos do material após as chuvas e do documento protocolado na Câmara Municipal e enviado à promotoria. A publicação criou uma polêmica e gerou preocupação popular. Nos comentários, internautas criticam a forma com que o prédio está sendo utilizado. 

Procurado pela equipe do blog Notícias de Pentecoste, o secretário de Meio Ambiente Daniel Gomes disse que não há motivos para preocupação. Conforme Daniel, não há focos do mosquito da dengue no Clube, pois o espaço é verificado semanalmente. "Quem quiser verificar o clube, basta me procurar. Não temos nada para esconder". Ele explicou que, quando assumiu a pasta no ano de 2017, deu continuidade ao trabalho de coletas iniciado pela gestão da ex-prefeita Ivoneide Moura; renovou um convênio que a Prefeitura possui com a Audipecupe (Associação dos Usuários de Água do Distrito de Irrigação do Perímetro Curu); intensificou o processo de reciclagem e aprimorou o serviço para evitar que o material fosse parar em quintais e no lixão, a fim de impedir a propagação de doenças e da poluição do meio ambiente. 

"Mensalmente, são recolhidos em média 500 pneus. O número fez com que os dois galpões da Audipecute, no Posto Agrícola, utilizados para armazenagem, ficassem lotados. Para não interromper esse serviço prestado à população, o único local disponível na época, e que já estava armazenando temporariamente material da prefeitura, era o Clube", disse o secretário.

Além disso, Daniel Gomes relembra do reúso dos pneus promovido em agosto do ano passado. Naquela época, Nelson de Almeida, artesão da empresa PNelson, em parceria com a Secretaria de Meio Ambiente, ensinou a reaproveitar os pneus e os transformar em objetos de decoração como cadeiras, poltronas, pula-pula, vasos para plantas e cestos de lixo.

Segundo o secretário de Meio Ambiente, a empresa de reciclagem Reciclanip, localizada em São Paulo, enviará um caminhão nos próximos dias para a coleta dos pneus, que já somam mais de nove mil. Como contrapartida, a Prefeitura Municipal deve dispor da mão de obra para colocar o material no veículo e, futuramente, criar um posto de coletas para o armazenamento dos pneus, que deverão ser recolhidos constantemente logo após atingir dois mil. Acompanhe o vídeo a seguir:
Por André Barros
Editor do Blog Notícias de Pentecoste

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Post Top Ad

Anuncie aqui!!!