Roberto Mesquita propõe criação de delegacia especializada em BO e telefone gratuito para identificação de agentes prestadores de serviços - NOTÍCIAS DE PENTECOSTE

Últimas Notícias

Post Top Ad

Anuncie aqui!!!

Post Top Ad

Anuncie aqui!!!

sexta-feira, 15 de dezembro de 2017

Roberto Mesquita propõe criação de delegacia especializada em BO e telefone gratuito para identificação de agentes prestadores de serviços

Começaram a tramitar nesta quarta-feira (13/12) na Assembleia Legislativa dois projetos de autoria do deputado Roberto Mesquita (PSD) tratando da criação de delegacia especializada na emissão de Boletins de Ocorrências e da obrigatoriedade de empresas prestadoras de serviços disponibilizarem linhas telefônicas gratuitas exclusivas para identificação de agentes.

O deputado explica que essas propostas virão a atacar dois grandes problemas que afligem a população, que é prestação de Boletins de Ocorrências, que muitas vezes se transformam em verdadeiras sagas, e outro que vem se tornando cada vez mais comum, que são bandidos disfarçados de trabalhadores praticando crimes, principalmente assaltos a residências e condomínios.

“Temos visto com cada vez mais frequência bandidos chegarem nas residências disfarçados de funcionários de empresas com álibis de que vão realizar algum serviço e acabam cometendo crimes contra aquela família, às vezes contra condomínios inteiros. Uma forma de prevenir essa modalidade de crime é fazendo com que as empresas forneçam a identificação dos agentes por meio de telefone e cadastro de funcionários nos seus sites”, explica o deputado.

Um comentário:

  1. É louvável o esforço do governador Camilo para diminuir a violência em nosso estado. No entanto, ele está cometendo o mesmo equívoco de governos anteriores, cuja dinâmica se reduzia a contratação de mais e mais agentes de segurança ( Policiais Militares e Policiais Civis, bem como Agentes Prisionais). Tudo bem. Quanto mais melhor. Entretanto, isso é só a primeira parte da missa, como diziam os antigos. Embora a situação em que se encontra a Segurança Pública seja complexa - ou como reza os próprios dados, negativa - não é irremediável. Para tanto, é necessário o esforço de todos: PM, Policia Civil, Poder Judiciário, Poder Executivo e Poder Legislativo. Eis, pois, algumas mudanças simples que, por certo, já fariam uma grande diferença. Primeiro, que as delegacias regionais funcionem 24 horas, bem como as delegacias de municípios, sejam da região metropolitana ou interior, cuja criminalidade esteja "fora de controle". Segundo, que se crie uma "força tarefa" nas Comarcas com um único e exclusivo intuito: dá celeridade aos processos daqueles indivíduos que, indubitavelmente, são nocivos à sociedade; uma vez que suas fichas criminais sejam enormes. Ou seja, uma pessoa que respondesse a vários crimes teria, por conta dessa força tarefa, todos os crimes julgados e, automaticamente, as penas somadas, devendo, pois, passar um bom tempo atrás das grades. Terceiro, que projetos como aquele das bicicletas nas cadeias se tornem viáveis; não apenas para o indivíduo que está cumprindo pena, mas para aqueles que cumpriram pena e pagaram sua dívida com a sociedade. Ou você acha que é fácil arranjar emprego ao sair da cadeia? Não seria este o principal motivo do grande número de reincidentes? Quarto, cobrar tanto do Poder Executivo, como do Poder Legislativo, que façam sua parte. Por exemplo, moradia, saneamento, emprego e renda, segurança - sim, pentecoste, por exemplo, pode sim cooperar com a segurança, como reza a Constituição Federal. Basta aumentar o número de Guardas Municipais, colocar um sistema de Câmeras nas ruas principais, promover entretenimento (esporte e cultura) para seus munícipes e etc. Há mais e melhores medidas, claro. Contudo, já prevendo a choradeira de sempre, as idéias supracitadas estão ao alcance do Estado. Sendo assim, é preciso tão somente organizá-las. Obg pelo espaço.

    ResponderExcluir

Post Top Ad

Anuncie aqui!!!