segunda-feira, 30 de outubro de 2017

O drama na vida de familiares de presos de Pentecoste que foram transferidos para o Centro de Triagem

No último sábado (28) entrevistamos familiares de presos transferidos para Centros de Triagem e Observação Criminológica (CTOC), em Itaitinga. A transferência ocorreu devido a necessidade de reforma da Cadeia Pública de Pentecoste, que estava em situação precária e sem condições de abrigar os detentos, já que constantemente fugas eram registradas.

A reforma terminou, mas não foi entregue oficialmente ao Estado. Por esse motivo, os presos não foram realocados à cadeia. Enquanto isso, famílias sofrem com a falta de informação sobre seus entes queridos.

Por não ser possível fazer visitas, uma mãe, por não saber como está a situação de seu filho, diz que não consegue dormir direito, está preocupada, quase em depressão. A esposa de um preso diz que está angustiada. Ela está esperando ansiosamente pela volta do marido, pois sua filha de dois anos todos os dias pergunta pelo pai.

Conforme o Promotor de Justiça da Comarca de Pentecoste, Dr. Jairo Pequeno, foram transferidos os detentos mais perigosos. Ainda segundo informações, o processo de realocação é uma decisão administrativa da Secretaria da Justiça e Cidadania do Ceará (Sejus) e poderá ocorrer nos próximos dias. A data ainda é indeterminadaAcompanhe a reportagem:

Por André Barros
Editor do Blog Notícias de Pentecoste

Compartilhe com seus amigos:

Postar um comentário

Matérias produzidas por estagiários

 
Subir
Copyright © 2015 NOTÍCIAS DE PENTECOSTE. Designed by Esgwebmaster