sábado, 9 de setembro de 2017

Vírus brasileiro chamado 'Dilma Locker' "sequestra" computador e pede 3 mil reais em resgate

Um novo ransomware nacional começou a circular e ele tem uma característica bem peculiar, digna da capacidade brasileira de transformar tudo em piada: ele se chama Dilma Locker e exibe uma imagem da ex-presidenta da República.

Disseminado através de falsos arquivos anexados em emails, o ransomware usa a tecnologia AES-256, criptografia de difícil acesso. Se a sua máquina for infectada, um arquivo de texto estará adicionado na sua área de trabalho com todas as instruções necessárias, e você precisará realizar um pagamento de R$ 3 mil em bitcoin para resgatar seus arquivos. O prazo para o pagamento é de quatro dias, mas é possível "negociar".

Além da "criatividade" para o nome e imagem usados no golpe, o cibercriminoso ainda se justifica no rodapé do texto: "Eu vivo de crime de computador porque não tenho tantas opções para viver com dignidade dentro do sistema".

Fique atento com os arquivos recebidos por email. Eles podem se disfarçar de PDF de currículos ou de instaladores executáveis de softwares populares. Em caso de infecção, a recomendação é de que a vítima não faça o pagamento do resgate e entre em contato com as autoridades.

Compartilhe com seus amigos:

Postar um comentário

Matérias produzidas por estagiários

 
Subir
Copyright © 2015 NOTÍCIAS DE PENTECOSTE. Designed by Esgwebmaster