quinta-feira, 4 de maio de 2017

Justiça Federal do Paraná condena oito pessoas por terrorismo


A Justiça Federal no Paraná condenou, na tarde desta quinta-feira (4), oito brasileiros denunciados pelo Ministério Público Federal (MPF) por integrarem uma célula do Estado Islâmico (EI) no Brasil, presos na operação Hashtag, da Polícia Federal, deflagrada em julho de 2016.

A maior pena foi imposta a Leonid El Kadre, considerado o líder do grupo pela PF e condenado a 15 anos e 10 meses. Além de comandar os demais, El Kadre era responsável por recrutar novos membros, entre eles menores de idade, acabando por ser condenado também pelo crime de corrupção de menores.

Alisson Luan de Oliveira recebeu a segunda maior pena: seis anos e onze meses de prisão. Alisson era um dos principais instigadores de violência e usava programas de comunicação criptografada para dar sugestões de atentados possíveis de serem praticados.

Outros cinco réus – Oziris Moris Lundi dos Santos Azevedo, Israel Pedra Mesquita, Levi Ribeiro Fernandes de Jesus, Hortênci Upshitake e Luís Gustavo de Oliveira – receberam pena de 6 anos de três meses. Eles foram considerados culpados por promoção de organização terrorista e organização para o crime.

Fernando Pinheiro Cabra, de 23 anos, foi o único a não receber pena por associação para o crime. O caso cabe recurso.

Compartilhe com seus amigos:

Postar um comentário

 
Subir
Copyright © 2015 NOTÍCIAS DE PENTECOSTE. Designed by Esgwebmaster