sexta-feira, 28 de abril de 2017

SE VOCÊ CURTIR, ELA SERÁ A MAIS NOVA VOZ DO MASTRUZ COM LEITE

SE VOCÊ CURTIR, ELA SERÁ A MAIS NOVA VOZ DO MASTRUZ COM LEITE

(Curta, Pentecoste!)

Pentecoste hoje está de parabéns em poder curtir e compartilhar para milhões de internautas na página do Mastruz com Leite a sua mais nova musa, Carolinne Almeida; que além de nos representar, estigmatiza força na voz e brilho no olhar. Em meio a tantos que um dia haverão de se emocionar ao ouvir sua voz.

Na sua trajetória, também podemos incluir aquele que, ao meu ver, não seja somente um pai, mas um incentivador milenar não só de Carolina, mas de muitos outros artistas amadores. Um baluarte da música pentecostense nesses muitos anos de Vale do Curu. Cláudio Lima talvez não seja somente um criador, mas uma criatura agradabilíssima da saudosa Banda Transa Som, que nas décadas de oitenta e noventa balançou os cinquentões de hoje entre um acorde e outro da sua sanfona. Tempos em que a música soava com bons ares em nossos tímpanos.

Lembro-me, e já não faz tanto tempo, quando participava dos ensaios do FEMP na residência de Cláudio (meu amigo particular), Carol estava sempre por perto e quando alguém sibilava uma canção ela já fazia biquinho, deixando transparecer aos presentes a sua intimidade com a arte de cantar desde cedo, dentro de um ambiente em que todos gostariam de se acomodar, tendo a música como religião e a arte como profissão vinte e quatro horas por dia.

Você sabe o que é aprender a andar e falar num ambiente harmonicamente ligado às diretrizes e ao palco?! Os que alcançaram essa glória talvez um dia nem precisem de estágio. Pois assim nasceu e aprendeu Carolinne Almeida.

Pois bem, amigos leitores, as palavras do cronista são verdadeiras, mas por si só não permitem lavá-la ao topo. Entretanto, como já reza o bordão, “juntos podemos mais!” Assim, ao interagir com cada um de vocês parte desse processo seletivo, dando seguimento a essa nova empreitada da menina Carol, como pentecostenses que somos e que devemos ser, que além de satisfatório é justo.

Carol Almeida está aí pra nos representar. Prontinha, prontinha, e isso não quer dizer que passar por um crivo entre outros artistas e não ser a escolhida possa lhe diminuir; ao contrário, revigora-lhe cada vez mais para outras batalhas que possivelmente possam vir. Portanto, gente, vamos curtir; curtir, curtir e curtir... Hoje, que o amanhã vos recompensará...

Gonzaga Barbosa em “A crônica do mês”, 28/04/17

Compartilhe com seus amigos:

Postar um comentário

Matérias produzidas por estagiários

 
Subir
Copyright © 2015 NOTÍCIAS DE PENTECOSTE. Designed by Esgwebmaster