domingo, 2 de abril de 2017

Juiz do Trairi é demitido por favorecer advogados em decisões


O Pleno do Tribunal de Justiça do Ceará (TJ-CE) aprovou por unanimidade na sessão desta quinta-feira, 30, a demissão do juiz Nathanael Cônsoli. Ele respondia a Processo Administrativo Disciplinar (PAD) desde 2012, acusado, dentre outras coisas, de ter agido para beneficiar advogados, que eram seus amigos próximos quando atuava na Comarca do Trairi, entre os anos de 2010 e 2012, e de ter julgado em causa própria.

Os advogados Guilherme de Araripe Nogueira, José Eloísio Maramaldo Filho e Manoel Carneiro Filho, de “estreita ligação” com Cônsoli, teriam levantado “vultosas quantias pecuniárias” através de decisões judiciais que beneficiaram associações de defesa do consumidor criadas de forma irregular no município do Trairi.

A ação resultou, em 2012, na prisão dos advogados, na Operação Trairi Limpo IV, e no afastamento liminar de Cônsoli, além da abertura do Processo Administrativo, que corre em segredo de justiça.

Outras acusações contra Cônsoli também foram consideradas procedentes pelo Pleno do TJ-CE, desde o beneficiamento de outro advogado na venda de um veículo, até a omissão em ações com teor grave, como casos de estupro de menores e tráfico de drogas.

Caso o juiz recorra da decisão, o caso será encaminhado ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ). O Blog Política não conseguiu localizar o magistrado para mais esclarecimentos.


O Povo

Compartilhe com seus amigos:

2 comentários :

  1. ô justiça véia eficiente. tá doido, rapaz, um inocente desse lá podia fik preso.

    ResponderExcluir
  2. zé, aproveitando o ensejo, gostaria que vc dess um pulo lá no cemitério. segundo as más línguas, lá tá parecendo uma selva. país de terceiro mundo - esperar o q?

    ResponderExcluir

Matérias produzidas por estagiários

 
Subir
Copyright © 2015 NOTÍCIAS DE PENTECOSTE. Designed by Esgwebmaster