quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

Vazamentos deixam Irauçuba sem água

A dona de casa Jamile Sousa da Silva reclama da falta d'água há cerca de um mês. Ela mora no Centro deste Município da Zona Norte. Toda água tem sido comprada semanalmente. São cerca de mil litros, ao custo de R$ 20. Mas a cobrança da taxa de consumo permanece. Indignada, deixou de pagar os débitos e o serviço foi encerrado.

A situação é a mesma dos outros moradores do município, com cerca de 23 mil habitantes e, apesar de a maioria viver na Zona Rural, é na sede que se concentram os maiores problemas de falta d'água. Irauçuba é abastecida pelo Açude Missi, em Miraíma, a cerca de 42Km, que está com 8% da capacidade. A adutora de engate rápido está cheia de vazamentos.

"Tivemos de estender a Operação Pipa, do governo federal. A água vem de um cacimbão de Itapajé, a cerca de 26Km. Para ajudar no conserto dos buracos, uma força tarefa formada por técnicos da Cogerh, Cagece e do município trabalha, quase que diariamente", disse Luiz Barreto, secretário de Agricultura Agropecuária Recursos Hídricos e Meio Ambiente de Irauçuba.

A Cagece informou que já está adotando as medidas necessárias para solucionar as falhas. A previsão era que até essa segunda-feira (20), a situação fosse normalizada, o que não ocorreu, segundo moradores.

Compartilhe com seus amigos:

Postar um comentário

Matérias produzidas por estagiários

 
Subir
Copyright © 2015 NOTÍCIAS DE PENTECOSTE. Designed by Esgwebmaster