sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

Advogado é encontrado morto em cacimba; corpo estava cimentado em poço

O caseiro da residência e a esposa dele confessaram o crime e foram presos em flagrante



Antônio Rodrigo de Souza, de 35 anos, era caseiro da vítima e será autuado por homicídio doloso qualificado, ocultação de cadáver e fraude processual ( Fotos: Reinaldo Jorge )

Um advogado foi assassinado na última quinta-feira (16), em um sítio situado no município de Aquiraz, Região Metropolitana de Fortaleza. O caseiro da residência e a esposa dele confessaram o crime e foram presos em flagrante, nesta sexta-feira (17).

Segundo informações concedidas pelo Delegado Renê Andrade, diretor do Departamento de Inteligência Policial (DIP), os acusados afirmaram que Aldrin Helânio Coelho Fonteles, de 49 anos, chegou sozinho ao sítio por volta das 22h30 da última quarta-feira (15), onde passou a ingerir bebida alcoólica. Após algumas horas, houve o início de uma discussão entre os envolvidos no caso e a vítima supostamente teria “agredido fisicamente e verbalmente os acusados”. O casal, então, teria enforcado Aldrin, com uma corda, e arremessado o corpo da vítima em uma cacimba. A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) enviou uma retroescavadeira para o local no intuito de retirar o corpo, que foi coberto por cimento e esterco.

Antônio Rodrigo de Souza, de 35 anos, e Marina Ivone Nascimento Menezes, de 38 anos, foram autuados por homicídio doloso qualificado, ocultação de cadáver e fraude processual. De acordo com o delegado Leonardo Barreto, há provas que comprovam a participação do casal no crime. “Já existem indícios suficientes de autoria e materialidade delitiva para a realização do flagrante”, afirma.

Diário do Nordeste

Compartilhe com seus amigos:

Postar um comentário

Matérias produzidas por estagiários

 
Subir
Copyright © 2015 NOTÍCIAS DE PENTECOSTE. Designed by Esgwebmaster