sexta-feira, 27 de janeiro de 2017

Integrante do Comando Vermelho é condenada a 10 anos de prisão em regime fechado

Uma mulher, identificada como Almerinda Marla Barbosa de Sousa foi condenada a dez anos de reclusão por tráfico de entorpecentes, participação em organização criminosa (Comando Vermelho) e corrupção ativa. A pena será cumprida em regime fechado e sem direto a apelar em liberdade. A decisão é do juiz Ernani Pires Paula Pessoa Junior, titular da 1ª Vara de Delitos de Tráfico de Drogas de Fortaleza.

Para o magistrado, o laudo pericial indica, com segurança, que a acusada “integrava a organização criminosa denominada Comando Vermelho, atuando na prática do tráfico de drogas, de forma organizada e permanente”. Ainda segundo o juiz, “essa prova técnica foi respaldada pela prova testemunhal produzida, consoante se verifica dos depoimentos transcritos, restando devidamente configurado o delito de associação criminosa”.

Segundo o processo, no dia 4 de fevereiro de 2016, por volta das 12h, policiais civis foram averiguar denúncia sobre entrega de drogas na casa da ré, no bairro Jardim Jatobá, na Capital, onde a abordaram. No imóvel, encontraram vários sacos plásticos pequenos.

No celular dela, havia várias mensagens da facção criminosa, algumas revelando que a acusada mantinha relações com um homem preso recentemente, o qual tinha participação na comercialização da droga. No local indicado no celular, foram apreendidos 250 gramas de crack e uma balança de precisão.

A ré ainda ofereceu, sem êxito, R$ 2 mil aos policiais para evitar a prisão em flagrante. Em juízo, ela negou o tráfico e a participação na associação criminosa, mas confessou a corrupção ativa caracterizada pela oferta de dinheiro.´

Compartilhe com seus amigos:

Postar um comentário

Matérias produzidas por estagiários

 
Subir
Copyright © 2015 NOTÍCIAS DE PENTECOSTE. Designed by Esgwebmaster