sexta-feira, 9 de dezembro de 2016

Quadrilha é capturada com arma de policial e drogas

Uma ação realizada nesta quinta-feira (8), pela Polícia Civil do Ceará, resultou na captura de cinco pessoas, sendo quatro maiores e um menor, todos suspeitos de integrar uma quadrilha especializada em roubo de motocicletas e apontada, ainda como responsável por comercializar drogas na região do bairro Caça e Pesca, em Fortaleza. Além de entorpecentes, uma pistola de propriedade da Polícia Rodoviária Federal foi apreendida.

De acordo com o delegado Hélio Marques, titular do 15º Distrito Policial (DP), as investigações acerca das ações do grupo começaram a partir de um homicídio, ocorrido em março deste ano. O crime teria ligação com o tráfico de drogas. Um homem identificado como Carlos César da Silva, também conhecido como “Véi”, foi apontado como chefe do bando e mandante do assassinato que motivou o início dos trabalhos policiais.

O delegado disse que nesta quinta-feira, os agentes receberam a informação de que o bando estaria na avenida Dioguinho, no bairro Caça e Pesca. A partir daí os policiais saíram em diligência e conseguiram interceptar a quadrilha.

Além de Carlos César, foram presos João Batista Amaral Bezerra Filho, e os irmãos Francisco Wellington Bezerra de Oliveira e Francisco Marlio Bezerra de Oliveira, também conhecido como “Motor”. Um adolescente, que não teve a idade divulgada, também foi apreendido pelos policiais.

Após a captura do grupo, os agentes de segurança seguiram até um apartamento na Praia do Futuro, que pertence ao “Véi”, chefe do bando. No local foram apreendidos 4 kg de crack; 2 kg de maconha; 2 kg de cocaína; uma pistola ponto 40, de propriedade da PRF; cinco balas clavas; várias munições para calibres 38 e ponto 40; aparelhos celulares; R$ 500 em espécie; uma prensa hidráulica e balanças de precisão.

Nos celulares apreendidos, os policiais encontraram conversas entre os suspeitos, que indicavam os próximos passos da quadrilha. Nesta sexta-feira (9), o grupo teria agendado um homicídio. Outro diálogo entre os criminosos apontava que eles se preparavam para cometer um assalto no município de Orós, a 410 quilômetros de Fortaleza.

Os policiais só não conseguiram identificar se o ataque no interior seria a uma agência bancária ou a um carro-forte.

O grupo foi levado para o 15º DP, na Cidade 2000. Os maiores foram autuados pelos crimes de tráfico de drogas, associação criminosa e porte ilegal de armamento de uso restrito. O menor foi encaminhado para a Delegacia da Criança e do Adolescente (DCA), para a realização dos procedimentos cabíveis.

A Polícia investiga, agora, quando a arma do policial rodoviário federal foi roubada.

Compartilhe com seus amigos:

Postar um comentário

Matérias produzidas por estagiários

 
Subir
Copyright © 2015 NOTÍCIAS DE PENTECOSTE. Designed by Esgwebmaster