quinta-feira, 8 de dezembro de 2016

Acusados de matar geógrafo em Fortaleza pegam até 28 anos de prisão

Ednardo Leite de Sousa e José Roberto Pinto de Sousa foram condenados nesta quarta-feira (7) a respectivamente 28 e 24 anos de prisão pela morte do geógrafo Átila Rocha Santos, assassinado em Fortaleza em 2013 por engano, no Bairro São João do Tauape. A condenação é do Conselho de Sentença do 5º Tribunal do Júri.

No julgamento, concluído na madrugada desta quarta, foram ouvidas ao todo sete testemunhas, sendo uma delas a vítima sobrevivente. Os réus também prestaram depoimento. Átila foi morto por acidente, e o cabeleireiro Cleison Matias Jucá, que era o alvo dos criminosos, também foi baleado, mas sobreviveu.Os dois foram denunciados por homicídio e tentativa de homicídio duplamente qualificado (motivo torpe e mediante a recurso que impossibilitou a defesa das vítimas) e pronunciados em agosto deste ano.

José Roberto fugiu na garupa de uma motocicleta, pilotada por Ednardo Leite de Sousa, condenado por ser o mandante do homicídio. O crime foi motivado por ciúmes, pois a companheira de Ednardo era ex-mulher de Cleilson, com quem tinha um filho.

Compartilhe com seus amigos:

Postar um comentário

Matérias produzidas por estagiários

 
Subir
Copyright © 2015 NOTÍCIAS DE PENTECOSTE. Designed by Esgwebmaster