quinta-feira, 10 de novembro de 2016

Vítimas de chacina são homenageadas com nomes de ruas



Duas ruas do São Cristóvão, no bairro Jangurussu, em Fortaleza, tiveram seus nomes modificados, nesta quarta-feira (09). Os locais receberam nomes de dois jovens assassinados na chacina da Grande Messejana, ocorrida na madrugada do dia 12 de novembro do ano passado. Jardel Lima dos Santos e Álef Souza Cavalcante, ambos de 17 anos, foram os homenageados.

Os dois jovens participavam de aulas e praticavam esportes no Cuca Jangurussu. 

De acordo com a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Sociail (SSPDS), dos mortos, apenas dois respondiam por crimes, um por acidente de trânsito e o outro por falta de pagamento de pensão alimentícia. 

Ao todo, 44 policiais responderão por 11 homicídios duplamente qualificados, três tentativas de homicídio qualificados, concurso de pessoas, três torturas físicas e uma tortura psicológica. Atualmente, 43 agentes estão detidos no 5º Batalhão da PM, no Centro, e uma sargento cumpre prisão domiciliar. 

A Associação dos Profissionais de Segurança (APS), que representa os policiais detidos preventivamente, alega que os suspeitos são inocentes.

Fonte: Cnews

Compartilhe com seus amigos:

Postar um comentário

Matérias produzidas por estagiários

 
Subir
Copyright © 2015 NOTÍCIAS DE PENTECOSTE. Designed by Esgwebmaster