sábado, 26 de novembro de 2016

Acusado de matar PM e idoso é condenado a 44 anos

O juiz Antônio José de Norões Ramos, titular da 2ª Vara Criminal de Fortaleza, condenou Gabriel Alves de Lima (vulgo Biel) por latrocínio (roubo seguido de morte) contra o policial Augusto Huebester Rabelo Félix e um idoso, durante práticas de assaltos em um mesmo dia. Ele teve a pena fixada em 44 anos de prisão em regime inicialmente fechado e não poderá apelar em liberdade.

“O fato realmente é típico, pois o acusado, mediante violência, subtraiu bens que estavam em poder e sob a guarda das vítimas, as quais foram brutalmente assassinadas, sendo que uma tratava-se de um senhor idoso, com 83 anos de idade que sequer teve chance de defesa, visto que conforme sua filha que testemunhou o fato, o acusado já chegou de arma em punho e atirando”, afirmou o magistrado.

Segundo os autos, por volta das 6h do dia 12 de fevereiro deste ano, no cruzamento da rua Planalto Pici com Travessa Santo Amaro, bairro Planalto Pici, em Fortaleza, Gabriel Alves, juntamente com seu comparsa Bruno de Barros, armados com revólveres, agindo com extrema violência e grave ameaça, anunciaram o assalto ao policial militar Augusto Huebester, exigindo sua motocicleta e demais bens que transportava.

O PM então desceu da motocicleta e se manteve de costas para os acusados. Ao constatarem que a vítima estava armada, efetuaram diversos disparos contra Augusto, tendo Gabriel atingido a vítima nas costas. Mesmo ferido, o policial conseguiu atingir Bruno, e ambos morreram no local.

Logo após o fato, Biel invadiu um mercadinho na Rua Professor Maria Clara, Bairro Jardim Iracema, onde atirou contra o idoso José Vilemar, de 83 anos. Biel fugiu do local levando R$ 100. A moto utilizada nas ações foi encontrada no mesmo dia, no município de Caucaia.

Compartilhe com seus amigos:

Postar um comentário

Matérias produzidas por estagiários

 
Subir
Copyright © 2015 NOTÍCIAS DE PENTECOSTE. Designed by Esgwebmaster