terça-feira, 4 de outubro de 2016

Polícia conclui inquérito da morte da garota Rakelly Matias

Rakelly Matias, 8, foi morta pelo vizinho e o corpo foi encontrado dentro de uma cacimba (Foto:Arquivo Pessoal)
A Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), que tem como titular a delegada Socorro Portela, realizou na manhã desta terça-feira (4), a conclusão do inquérito do assassinato da menina Rakelly Matias Alves, 8, estuprada e sufocada pelo caseiro de 33 anos, em um sítio no município de Itaitinga, na Grande Fortaleza. Segundo Socorro, ainda na tarde desta terça-feira, o caso será enviado à Justiça.

De acordo com a delegada responsável pelo caso, a maneira como José Leandro agiu já havia sido esclarecida durante as investigações. A única novidade do caso é que foi descartada a participação de outras pessoas. "Ouvimos a esposa e o irmão do suspeito, mas não há elementos suficientes que comprovem a participação deles no caso", afirma Socorro Portela.

Conforme a delegada, José Leandro, que se encontra preso após ter a prisão preventiva decretada, irá responder por homicídio duplamente qualificado, estupro de vulnerável e ocultação de cadáver. Ele poderá ser condenado a até 43 anos de prisão.

Perícia

A Polícia Civil já realizou uma perícia no sítio onde ocorreu o crime. De acordo com Socorro Portela a perícia foi feita detalhada dentro do poço onde a criança foi achada, e colhidas provas se encaixaram com o depoimento do caseiro, suspeito de ter matado a menina.

"Realizamos uma perícia bem estudada dentro do poço, local onde a menina foi encontrada sem vida. Em depoimento, ele falou que a colocou em um saco. Encontramos alguns materiais que comprovaram tudo que ele nos relatou em depoimento", disse a delegada.

A polícia ficou no local por cerca duas horas. Policiais isolaram a área durante os trabalhos. De dentro do poço a perícia coletou um saco que possivelmente foi usado para colocar o corpo da garota. Segunda a delegada, uma perícia rápida feita no local, alguns cabelos foram encontrados no saco que leva a acreditar que foi o saco utilizado pelo caseiro para esconder o corpo. Ainda de acordo com Socorro foi achado uma corda que acredita-se que foi utilizada para amarrar o saco.

Caseiro confessa crime

O caseiro confessou à polícia que estuprou e estrangulou a menina encontrada morta no sábado, após três dias desaparecida. O homem trabalhava em um sítio vizinho à casa da garota e jogou o corpo em um poço da propriedade. Na segunda-feira (26), Socorro Portela divulgou o teor do depoimento prestado no sábado pelo caseiro.

Segundo a delegada, a menina foi sufocada e abusada sexualmente pelo caseiro, de 33 anos. Portela também informou que ele a matou com objetivo de esconder o estupro. Além disso, segundo a delegada, a criança gritou e pediu para o homem parar.

"Ele disse que matou para esconder, porque não tinha como esconder aquilo e aquele abuso. Ele falou que tinha amordaçado a criança. A criança gritou, mas ele falou que não foi muito alto. Ela pediu para ele parar, chorou e tentou sair daquela situação", disse a delegada. Segundo a delegada, assim que a menina chegou ao sítio, foi imobilizada com um golpe, estrangulada e foi violentada mais de uma vez.

Desaparecimento

Segundo a mãe da criança, a garçonete Patrícia Alves Pereira, 26, a última vez em que teve contato com a filha foi na quarta pela manhã, antes de sair para trabalhar. Horas depois, ficou sabendo do sumiço.

"Meu tio contou que pediu para Rakelly ir até uma mercearia comprar cigarros. Ela foi e voltou com vários bombons, depois avisou que iria na casa do vizinho. Quando minha mãe chegou em casa e foi procurá-la, o vizinho informou que ela não havia aparecido por lá. Aí começou nosso desespero", afirma.

Conforme Patrícia, no dia do desaparecimento, Rakelly estava trajando um vestido amarelo e chinelos na cor azul. A Delegacia de Combate à Exploração da Criança e Adolescente (Dececa), na capital, estava acompanhando o caso.

Via: G1

Compartilhe com seus amigos:

Postar um comentário

Matérias produzidas por estagiários

 
Subir
Copyright © 2015 NOTÍCIAS DE PENTECOSTE. Designed by Esgwebmaster