sábado, 8 de outubro de 2016

Brinquedos falsificados eram produzidos com lixo hospitalar

A Polícia Civil apreendeu aproximadamente 30 mil brinquedos falsificados no Centro de Fortaleza. Os produtos eram produzidos com material de baixa qualidade, incluindo lixo hospitalar. O material era trazido de diversos lugares, incluindo a China.

Dois chineses e dois cearenses foram detidos e após prestarem depoimento, foram liberados. Os brasileiros foram identificados como Geraldo Gleivan Gonçalves (51) e Pergentino Liberato Júnior (56); e também dois comerciantes de origem chinesa, identificados por Dajun Wang (27) e Ye Jianxiang (47). Tendo o último já respondido a um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) também por violar a lei de crimes conta a propriedade industrial. 

A investigação da Polícia Civil aponta que os brinquedos eram montados a partir de materiais de baixa qualidade, incluindo seringas e plásticos de soro. Foram apreendidas bonecas Barbie, bolas de futebol, máscaras do Ben 10, entre outros. Segundo o delegado Jaime de Paula Pessoa, coordenador da operação em Fortaleza, o trabalho foi realizado em São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília e na capital cearense. Após denúncias anônimas, a Polícia Civil chegou até um depósito na rua São Paulo, no Centro. No local, encontraram brinquedos já prontos para serem disponibilizados ao comércio e pedaços de produtos que ainda seriam montados.

Os suspeitos que foram detidos, assinaram um Termo Circunstanciado de Ocorrência e foram liberados, após o depoimento. Eles responderão por crime contra a propriedade industrial. A Polícia Civil pretende realizar novas operações antes do Dia das Crianças, que acontece na próxima quarta-feira (12).

Via: Cnews

Compartilhe com seus amigos:

Postar um comentário

Matérias produzidas por estagiários

 
Subir
Copyright © 2015 NOTÍCIAS DE PENTECOSTE. Designed by Esgwebmaster