segunda-feira, 12 de setembro de 2016

Presos fazem motim por falta de café da manhã levado pelos familiares


Detentos da Delegacia de Maracanaú, na Grande Fortaleza, e no Complexo de Polícia Especializada (Cope), na capital cearense, ameaçaram realizar um motim na manhã deste domingo (11) após os familiares foram impedidos de levar o café da manhã para os presos.

De acordo com o Sindicato dos Policiais Civis de Carreira do Estado do Ceará (Sinpol), a ação faz parte do Movimento Polícia Legal, iniciado na segunda-feira (5), que pretende retomar negociações salariais com o Governo do Estado.

Com a falta do café da manhã, os detentos fizeram muito barulho – fazendo pressão nas grades das celas – e os familiares reclamaram da ação. Normalmente, o café da manhã é levado pelos familiares, ficando a cargo do Governo do Estado as outras refeições, como almoço e jantar.

Para que o alimento entre nas unidades, é necessário que os policiais façam a revista, para evitar o tráfico de armas e drogas para dentro das unidades. Foi essa revista que os agentes de segurança se recusaram a fazer.

Segundo o presidente do Sinpol, Francisco Lucas, o movimento exige que inspetores e escrivães trabalhem conforme o estatuto da instituição, ou seja, dentro da legalidade. “Os agentes não sairão das delegacias com coletes balísticos e munições vencidos, por exemplo”, diz.

Além disso, o responsável pela condução da viatura terá que ser habilitado para dirigir veículos de emergência; haverá mudanças desde o registro do B.O à lavratura do flagrante; e o inspetor terá que estar acompanhado da autoridade policial no local onde ocorreu um crime, entre outros critérios.

Via: G1

Compartilhe com seus amigos:

Postar um comentário

Matérias produzidas por estagiários

 
Subir
Copyright © 2015 NOTÍCIAS DE PENTECOSTE. Designed by Esgwebmaster