segunda-feira, 12 de setembro de 2016

Odebrecht revela em delação como entregou propina a Cid em depoimento a Sergio Moro


O futuro do ex-governador Cid Gomes está nas mãos do juiz Sérgio Moro. Com a ameaça iminente de Lula ter sua prisão decretada, como também a de Eduardo Cunha - basta ser cassado amanhã- Cid tem ciência que sua hora está chegando juntamente com os outros 200 políticos que compõem a lista da propina da Odebrecht.
Em Curitiba, aumentou de 40 para 61 o número de executivos da Odebrecht que aderiram à delação premiada. E o que mais impressiona o juiz Sérgio Moro é a organização da corrupção da empreiteira. A Odebrecht sabe todos os detalhes dos pagamentos de propina pagos a cada implicado no escândalo do petrolão, caso do ex-governador Cid Gomes.
Os executivos da Odebrecht delataram se a propina de R$200 mil dados a Cid foi em espécie, ou via transferência bancária. Tão entregaram a origem do dinheiro. Esse comportamento se repetiu com todos os 200 políticos envolvidos: 35 senadores, 100 deputados federais, 8 governadores e 20 ex-governadores.
" A delação da Odebrecht é um caso à parte até agora entre as empreiteiras. Organizada ao extremo, a Odebrecht está mostrando o caminho completo do dinheiro: quem recebeu(dinheiro vivo, depósito em conta...). Tudo em planilhas detalhadas que abarcam todos os políticos que docemente se corromperam". Essa a nota publicada hoje no O Globo, pelo influente colunista Lauro Jardim.
Cid Gomes continua negando ter recebido propina da Odebrecht.

Via: Ceará News

Compartilhe com seus amigos:

Um comentário :

  1. Caso o ex-governador e sua tropa estejam supostamente envolvidos, ELES, têm que rezar muito para que o suposto 200 milhão recebido de propina tenha sido entregues em DINHEIRO, caso contrário, vão todos para cadeia, a deduragem vai ser grande.

    ResponderExcluir

Matérias produzidas por estagiários

 
Subir
Copyright © 2015 NOTÍCIAS DE PENTECOSTE. Designed by Esgwebmaster