terça-feira, 6 de setembro de 2016

Durante almoço no Crato, Carlos Lupi manda Cid Gomes escolher seu rumo dentro do PDT


Durante almoço no sábado (3), em Crato, o presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, emparedou o ex-governador Cid Gomes. Numa reunião fechada, que teve como testemunha apenas o presidente regional do PDT, deputado federal André Figueiredo, Lupi disse a Cid: "você acha pouco o que tenho feito pela candidatura de seu irmão, Ciro, a presidente em todo o Brasil? E você ainda traiu a mim e ao PDT em Juazeiro do Norte, Itapipoca, Aracati e outras cidades, onde o nosso partido tenta eleger prefeitos".
Cid ouviu calado. Nada disse. Apenas uma vez buscou justificar a traição. Não houve jeito. Lupi o cortou.
"Não, Cid! Você reage como um menino. Que não aceita se todos os seus gostos não são atendidos. Não é assim que fazemos política no PDT. Você e Ciro devem procurar a estrada de vocês". E desabafou: "nosso candidato em Juazeiro é Gilmar Bender, não é nenhum filhote de coronel. É um absurdo você estar ao lado desse candidato, cujas
origens nós bem sabemos". Nem com o ataque a Arnon, Cid o defendeu.
Guerra na hora das filmagens
Sentado à mesa do almoço, a equipe de filmagens do presidente Carlos Lupi, tentou fazer uma imagem de Cid Gomes. Seu assessor, Valdir Fernandes, colocou a mão na câmara e impediu. O conflito foi inevitável. As cenas geraram um mal estar. Lupi indagou o que ocorria. O cinegrafista disse que filmava o evento e Cid não queria que sua presença fosse registrada. Esse episódio enfureceu a Lupi. Não faça imagens dele. É dispensável.
As cenas fortes provocaram tensão dentro do PDT do Cariri. Gilmar Bender, que a tudo assistia, ao sair, apenas afirmou: a partir de hoje, Cid Gomes é meu inimigo político.

Via: Ceará News

Compartilhe com seus amigos:

Postar um comentário

Matérias produzidas por estagiários

 
Subir
Copyright © 2015 NOTÍCIAS DE PENTECOSTE. Designed by Esgwebmaster