quarta-feira, 10 de agosto de 2016

Homem acusado de contratar grupo de extermínio é condenado

Um homem apontado como chefe de um grupo de extermínio em Fortaleza foi condenado a 14 anos de prisão pelo assassinato de um empresário, ocorrido há 11 anos. O Conselho de Sentença do 4º Tribunal do Júri condenou o réu por homicídio duplamente qualificado e formação de quadrilha.

Carlos dos Santos, proprietário da madeireira Mardepel, foi morto na noite do dia 16 de maio de 2005, no bairro Serrinha. Dois homens em uma moto atiraram contra a vítima e fugiram em seguida. O julgamento desta semana foi presidido pelo juiz Antonio Carlos Pinheiro Klein Filho, titular do 4º Tribunal do Júri.

De acordo com informações do processo, Carlos fornecia matéria-prima para a madeireira São Francisco, comandada por Firmino e Reinaldo Marinho, dono da empresa. A parceria comercial foi firmada em 2003 para recuperar a madeireira, que passava por problemas financeiros.

Outros quatro réus neste processo ainda não foram julgados porque recorreram contra a decisão de pronúncia. O sexto acusado já faleceu.

Via: Cnews

Compartilhe com seus amigos:

Postar um comentário

Matérias produzidas por estagiários

 
Subir
Copyright © 2015 NOTÍCIAS DE PENTECOSTE. Designed by Esgwebmaster