quinta-feira, 8 de novembro de 2012

Assassinato de mulheres em Senador Pompeu, no Ceará, está envolto em mistério

Um completo mistério envolve um duplo assassinato registrado, na madrugada de ontem, no Município de Senador Pompeu (a 275Km de Fortaleza).

Os corpos de duas mulheres foram encontrados, um ao lado do outro, em um matagal nas margens da estrada de terra que dá acesso à barragem do Açude Patu, a cerca de cinco quilômetros daquela cidade.

A Polícia identificou as vítimas. Eram duas amigas que estavam desaparecidas desde a noite de terça-feira passada.

A Perícia Forense comprovou que Camila de Sousa Oliveira, 28; e Maria Elinalva do Nascimento Sousa, 30, foram assassinadas a tiro. A primeira apresentava um ferimento próximo da orelha esquerda. A outra tinha um tiro no peito esquerdo. Não foram constatados, a princípio, indícios de violência sexual, mas para a Polícia, a localização dos disparos indica que houve uma dupla execução sumária.

Conforme as primeiras investigações, a informação sobre a descoberta dos corpos aconteceu pela manhã, quando o destacamento da PM de Senador Pompeu recebeu uma ligação telefônica. Do outro lado da linha uma pessoa que não quis se identificar revelou ter se deparado com os corpos na estrada. Logo, foi acionada uma patrulha da PM ao local, sob o comando do sargento Edmilson Franco.

Fuziladas

Logo que chegou no local indicado, a equipe da PM constatou a veracidade da informação. Os corpos estavam em um matagal nas margens da estrada do Patu, onde também existe um cemitério. A rigidez cadavérica indicava que o crime ocorrera durante a madrugada da quarta-feira.


O local, conforme o relato da patrulha ao Comando do Policiamento do Interior (CPI), é de difícil acesso. Mesmo assim, os militares receberam o apoio de moradores da área para chegar até lá. Em seguida, foi acionado o rabecão da unidade da Perícia Forense da cidade de Quixeramobim, no Sertão Central.


Suspeito

A Polícia Civil já está apurando o caso e tem uma linha de investigação que aponta para um suspeito, um homem conhecido pelo nome de Iran, que agora está sendo procurado.

Conforme a Polícia, Iran teria sido visto, na noite de terça-feira passada na companhia das duas mulheres, conforme denúncia anônima recebida pela PM.

Outra linha de investigação revela que uma das mulheres vinha sendo ameaçada de morte. Era Camila de Sousa Oliveira. Segundo a mãe dela, a família de um mototaxista conhecido por ´Dodô´ foi morto no mês passado. A família dele acusava Camila de ter levado o rapaz até o local onde ele acabou sendo assassinado. Camila teria, inclusive, registrado um Boletim de Ocorrência (B.O.) sobre o fato.

O delegado de Senador Pompeu, José Edilson de Oliveira Sobrinho, instaurou inquérito e vai começar, ainda hoje, a ouvir os familiares das vítimas.

FERNANDO RIBEIRO
EDITOR DE POLÍCIA

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Produzido por ESG WEB MASTER