quinta-feira, 14 de julho de 2011

Curso de Enfermagem do Instituto Anísio Teixeira em Pentecoste era Golpe

Ontem, cerca de 150 pessoas estiveram na sede do Ministério Público em Pentecoste para formalizar denúncia junta a representante do MP, Dra. Isabel Cristina Guerra contra o Instituto Anísio Teixeira de Educação e Pesquisa, que estava oferecendo curso de técnico em enfermagem no município de Pentecoste. Os estudante ficaram sabendo através do Jornal Diário do Nordeste dos problemas ocorridos com essa empresa em outros municípios, como Solonópole, Milhã e Jaguaribara. Durante a audiência de ontem, a Promotora Dra. Isabel Cristina Guerra, mandou notificar o proprietário da empresa, Sr. Marcos Aurélio para comparecer na sede do MP no próximo dia 25 de julho.

Veja matéria na imprensa estadual sobre essa empresa:


MP-CE sugere interrupção do curso de Enfermagem do Instituto Anísio Teixeira

A instituição que atua em Solonópole, Milhã e Jaguaribe não possui registro perante o Conselho Regional de Enfermagem.

Por: Roberta Farias

Após denúncias de fornecimento irregular do curso de técnico em enfermagem no Instituto Anísio Teixeira nos municípios de Solonópole, Milhã e Jaguaribe, o Ministério Público do Ceará decidiu instaurar um procedimento administrativo para apurar o fato.

A ação foi movida pelo promotor de Justiça da comarca de Solonópole, Déric Funck Leite. Durante as investigações sobre o curso, constatou-se que o Instituto Anísio Teixeira oferece aos consumidores de Milhã e Solonópole o Curso de Técnico em Enfermagem sem possuir registro perante o Conselho Regional de Enfermagem e, ainda, não possui autorização de funcionamento expedida pelo Conselho Estadual de Educação.

Através de uma liminar, o Ministério Público requer a suspensão imediata das atividades do referido curso, a divulgação acerca do curso e o recebimento de novas matrículas. Além disso, a instituição será obrigada a pagar indenização referente a danos morais e materiais coletivos.

Também é determinado que o patrimônio dos proprietários respondam pelos prejuízos causados e ainda, a devolução em dobro a cada consumidor a importância paga a título de matrícula e mensalidade do curso.*Ceara Agora Com assessoria do MPE

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Produzido por ESG WEB MASTER